Héctor Molina

Archive for março \30\UTC 2008|Monthly archive page

Oda a Valparaíso

In Chile on 30/03/2008 at 0:28
Oda a
Valparaíso
(Pablo Neruda)


Valparaíso, qué disparate eres, qué loco, puerto loco, qué cabeza con cerros, desgreñada, no acabas de peinarte, nunca tuviste tiempo de vestirte, siempre te sorprendió la vida, te despertó la muerte, en camisa, en largos calzoncillos con flecos de colores, desnudo con un nombre tatuado en la barriga, y con sombrero, te agarró el terremoto, corriste enloquecido, te quebraste las uñas, se movieron las aguas y las piedras, las veredas, el mar, la noche, tú dormías en tierra, cansado de tus navegaciones, y la tierra, furiosa, levantó su oleaje más tempestuoso que el vendaval marino, el polvo te cubría los ojos,las llamas quemaban tus zapatos, las sólidas casas de los banqueros trepidaban como heridas ballenas, mientras arriba las casas de los pobres saltaban al vacio como aves prisionerasque probando las alas se desploman.
Pronto,Valparaíso, marinero, te olvidasde las lágrimas, vuelvesa colgar tus moradas, a pintar puertas verdes, ventanas amarillas, todo lo transformas en nave, eresla remendada proa de un pequeño, valeroso navío.La tempestad corona con espuma tus cordeles que cantan y la luz del océano hace temblar camisas y banderasen tu vacilación indestructible.
Estrellaoscuraeres de lejos, en la altura de la costa resplandeces y pronto entregas tu escondido fuego, el vaivén de tus sordos callejones, el desenfado de tu movimiento, la claridad de tu marinería. Aquí termino, es esta oda, Valparaíso, tan pequeña como una camiseta desvalida, colgando en tus ventanas harapientas meciéndose en el viento del océano, impregnándose de todos los dolores de tu suelo, recibiendo el rocío de los mares, el beso del ancho mar colérico que con toda su fuerza golpeándose en tu piedra no pudo derribarte, porque en tu pecho austral están tatuadas la lucha, la esperanza, la solidaridad y la alegría como anclas que resisten las olas de la tierra.
Anúncios

Com meu pai

In Família on 30/03/2008 at 0:26
Aos 11 anos, com meu querido pai, Héctor Muñoz.

Minha Família no Chile

In Família on 29/03/2008 at 23:47
Minha mãe Magdalena e irmãos no Chile, Cláudio, Ada, Carlos e eu

Com minha querida Mãe

Sejam Bem-Vindos! Bienvenidos!

In Ateliê Molina on 29/03/2008 at 0:28

Acertando o pincel…

In Nossos alunos em atividade on 29/03/2008 at 0:22

Acertando o pincel…
“Só admito que uma coisa não seja natural: a arte.” (André Gide)

“Pela arte, o que está na alma toma uma forma, torna-se uma realidade visível; pela arte, a realidade visível, até então exclusivamente física, toma um sentido humano, adquire uma alma. Maravilhoso e fecundo intercâmbio donde nasce uma terceira realidade, que é simultaneamente o homem e o mundo, que participa de ambos e os une, levando-os, ao mesmo tempo, a um grau superior da existência, o da beleza.” (René Huyghe)


Ação criativa

In Nossos alunos em atividade on 29/03/2008 at 0:19

Em uma aula de pintura, completamente absorvidos pela tela e pelo pincel, eles dão asas à imaginação. O ato de pintar, de uma certa maneira, é um ato mágico, levando a um estado especial de espírito. Quando usamos a tela para criar imagens, espaços virtuais, esse gesto transforma-se em ação criativa, geradora de poesia, fantasia.

“A arte vence a monotonia das coisas assim como a esperança vence a monotonia dos dias.” (Gilbert Keith Chesterton)

Onde

In Ateliê Molina on 27/03/2008 at 20:02


O Ateliê Molina fica em Tambauzinho, um local aprazível, ambiente descontraído e bucólico, em frente ao Espaço Cultural José Lins do Rego.

Pintura Óleo sobre Tela

In Ateliê Molina on 27/03/2008 at 19:53

Curso de Pintura Óleo sobre Tela no Ateliê Molina

Objetivos do Curso :
1- Proporcionar ao aluno a oportunidade de aprender a pintar e descobrir seu próprio estilo;
2- Desenvolver no aluno o gosto pela pintura, assim como o prazer de executá-la;
3- Proporcionar ao aluno os conhecimentos teórico-práticos da pintura (teoria da cor – forma e volume – luz e sombra – perspectiva – harmonia – equilíbrio);
4- Dar condições para que o aluno possa encarar com segurança o ato de pintar;
5- Resolver e aclarar conceitos básicos de pintura a aquelas pessoas que nunca pintaram ou amantes das artes que tenham dificuldades nestos fundamentos .
6- Desenvolver no aluno habilidades pictóricas em algumas temáticas da pintura , como são natureza mortas – paisagens – casarios – florais – marinhas.

Rua Abdias Gomes de Almeida, 687, Tambauzinho (em frente ao Espaço Cultural)
Fones: 3247-2842 / 9926-1967
e-mail : ateliermolina@hotmail.com

Sobre o Ensino de Artes

In Arte-Educação on 27/03/2008 at 19:25

A arte é a contemplação: é o prazer do espírito que penetra a natureza e descobre que ela também tem uma alma. É a missão mais sublime do homem, pois é o exercício do pensamento que busca compreender o universo, e fazer com que os outros o compreendam.” (Auguste Rodin)

As reflexões recentes sobre ensino de arte vão no sentido de considerá-la como área de conhecimento e apontam para transformações nos seus fundamentos (metodologia, objetivos, conteúdos, papel do professor e avaliação).
O ensino e aprendizagem da arte na escola compreende questões que se referem ao seu processo educacional, como o posicionamento que assumimos para que o trabalho fique em consonância com os objetivos de um processo escolarizado que atenda às necessidades de cultura artística no mundo contemporâneo.
Nesse sentido, o Professor Abelardo Barreto, nosso amigo, grande educador em artes em João Pessoa, considera que nas salas de aula apenas determinados alunos apresentam um talento artístico especial; estes, uma vez avaliados, deveriam ser encaminhados para um curso específico de formação artística, paralelamente ao cumprimento de sua educação escolar. Contudo, a grande maioria, mesmo não apresentando vocação artística particular, será a parte “consumidora” da Arte no futuro, tornem-se eles economistas, psicólogos, advogados. Daí a necessidade de educá-los para apreciar a Arte; para muitos dos alunos provavelmente esse será o único contato com o estudo das Artes.

Héctor Molina