Héctor Molina

Archive for maio \12\UTC 2008|Monthly archive page

O Famoso "Homem Vitruviano" (1490): Proporção e Simetria em Da Vinci

In Elementos de Desenho Artístico on 12/05/2008 at 23:10
A famosa ilustração de Leonardo Da Vinci, “O Homem Vitruviano” (1490) demonstra seu forte interesse pela proporção e simetria, e é considerada até hoje um dos melhores estudos sobre anatomia humana da época. É um pentagrama humano, com o corpo de um homem dentro de um círculo, amplamente usado como um símbolo do desenho cósmico da estrutura humana.
O desenho do Homem Vitruviano demonstra a combinação de arte e de ciência durante a Renascença, e é usada como referência estética de simetria e proporção no mundo todo.
Ela foi inspirada no desafio feito na Roma antiga por um arquiteto grego chamado Vitruvius, que desafiou quem pudesse desenhar um homem com proporções perfeitas. A inovação de Leonardo ao criar o “Homem Vitruviano” foi posicioná-lo no centro de um quadrado e de um circulo.
O desenho atualmente faz parte da coleção da Galeria da Academia de Artes, em Veneza.

Desenhar em Perspectiva

In Elementos de Desenho Artístico on 11/05/2008 at 13:26

A perspectiva é o modo de conseguir a ilusão de tridimensionalidade das coisas com um desenho linear. Desenhar em perspectiva é importante porque temos que transpor o mundo em que vivemos para o papel que tem uma dimensão a menos. Este método de representação é usado tanto por artistas, como por arquitetos e designers.
O entendimento dos desenhos de observação de cubos, paralelepípedos, anéis, objetos, assim como do estudo teórico de como pensar/perceber a perspectiva, dão ao aprendiz desenvoltura para solucionar sozinho os desafios de perspectiva em suas obras futuras.
A representação perspectiva não serve para observar fielmente as características métricas de um objeto ou espaço, mas para visualizá-los de uma forma semelhante à captada pela nossa visão. Aprender a desenhar em perspectiva desenvolve a aptidão de ver as coisas como são no mundo exterior.
“Define-se a perspectiva como a projeção em uma superfície bidimensional de um determinado fenômeno tridimensional. Para ser representada na forma de um desenho (conjunto de linhas, formas e superfícies) devem ser aplicados mecanismos gráficos estudados pela Geometria descritiva, os quais permitem uma reprodução precisa ou analítica da realidade tridimensional.” (um clique nas palavras em azul dá acesso à inciclopédia online livre Wikipédia).

As fronteiras do Desenho

In Leituras sobre Artes Visuais on 11/05/2008 at 12:49

A disciplina de Desenho estabelece interessantes relações com outras áreas de conhecimento. Em uma dissertação de Mestrado (“As Fronteiras do Desenho”) defendida pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Federal de Santa Catarina, em 2001, Maria Lucia Valenga relaciona as formas da natureza com as formas geométricas e discute como estas formas se refletem nos objetos da vida cotidiana.
As profissões ligadas à representação gráfica como o Desenho Industrial, a Arquitetura ou as Engenharias, têm como elemento fundamental na sua formação a disciplina de Desenho” (…) “O desafio está em como estabelecer relações com os elementos do mundo que o rodeia para trabalhar os conteúdos acadêmicos e, ao mesmo tempo, despertar a sensibilidade para uma nova visão deste mundo e a aplicação dos conhecimentos à própria vida“. E questiona: “como transformar conteúdos que sempre foram transmitidos de forma clássica em uma nova linguagem que contribua para a preparação do aluno para a realidade e para a vida?”.
Discute ainda as relações do desenho com a natureza, com as formas e os números, com a arte e com os objetos.

Quantas outras relações podem surgir que serviriam de estímulo para o aprendizado do desenho integrado como elemento de representação!
Assim, é preciso reconhecer que o ensino do desenho é base desde a expressão artística até o desenvolvimento de projetos que atendam às necessidades humanas e aplicada às mais diferentes propostas de design, como jóias, embalagens, marcas e logomarcas, entre outras aplicações.

Meu amigo Rodrigo Díaz

In Amigos on 11/05/2008 at 12:27
Este é meu amigo Rodrigo, chileno bueno e re bueno, colega de curso de Agronomia no Chile. Esta foto é uma lembrança de sua primeira visita à João Pessoa.